https://casinoonlineca.ca/internet-casinos/best-payout/
close

O magnésio é um mineral de fundamental importância para o funcionamento das funções do corpo. 

Para se ter ideia, o magnésio está relacionado em 300 sistemas enzimáticos. Além disso, é necessário para absorção intestinal, metabolismo renal, acréscimo e reabsorção óssea, o magnésio apresenta analogias com o cálcio. 

Neste artigo você vai saber sobre a importância do magnésio e melhorar a função deste mineral no seu organismo.  Antes de seguir com o conteúdo, quero te fazer um convite para participar do meu grupo no Telegram. Lá você recebe pílulas diárias de saúde e fica por dentro das lives que eu faço diariamente. 

Importância do magnésio na saúde

Dá-lhe magnésio | Veja SaúdeO magnésio pode desempenhar um papel terapêutico e preventivo importante em várias condições. As principais são diabetes, osteoporose, asma brônquica, pré-eclâmpsia, enxaqueca e doenças cardiovasculares.

Cerca de 99% do magnésio corporal total está localizado nos ossos, músculos e tecidos moles não musculares.

Uma das funções mais primordiais do magnésio está na produção de energia. Isso porque ele  fica presente dentro das células, juntamente onde o que você comeu se transforma em ATP. Que é a fonte de energia utilizada pelo corpo. 

Para se ter ideia, o ATP é necessário universalmente para a utilização da glicose. Além de síntese de gordura, proteínas, ácidos nucléicos e coenzimas, contração muscular, transferência do grupo metil e muitos outros processos. 

Ou seja, praticamente o corpo todo necessita de ATP que só é formado com a interferência do magnésio.

É por isso que pessoas com cansaço mental, fadiga e dores musculares, por exemplo, precisam suplementar o magnésio.

Magnésio e os Incríveis Benefícios

1- Equilibra o Humor

Dentre as variadas ações do magnésio, uma delas é ligação com a bioquímica do cérebro e à fluidez da membrana neuronal. Uma variedade de sintomas neuromusculares e psiquiátricos, incluindo diferentes tipos de depressão.

Indivíduos com idade inferior a 65 anos e que mantinham um consumo baixo de magnésio, tinham 22% de chances de desenvolver a depressão (1).

A medida que envelhecemos os estoques desse mineral  tendem a diminuir no corpo, sendo assim, é importante manter o magnésio sempre presente na alimentação.

2- Ajuda na Digestão

Ele relaxa a musculatura do trato digestivo, o que inclui a parede intestinal que controla a nossa capacidade de eliminar as fezes. Sendo assim, esse mineral ajuda a neutralizar o ácido do estômago e a mover as fezes no intestino(2,3).

Sendo assim, a ingestão correta do magnésio contribui para o equilíbrio intestinal.

3- Alivia Dores Musculares e Espasmos

Esse mineral possui um papel muito importante nos sinais neuromusculares e nas contrações musculares. Os espasmos, por exemplo, podem ser o resultado de uma alimentação pobre em magnésio.

Isso porque, o mineral ajuda os músculos a relaxarem e a contraírem, ajudando na movimentação dos músculos (4).

Além disso, o magnésio também equilibra o cálcio no seu corpo. Afinal, quantidade excessiva de cálcio pode causar problemas de saúde como: dificuldades no controle muscular incluindo o do coração.

4- Regula os Níveis de Cálcio, Potássio e Sódio

Junto com outros componentes, o magnésio regula diversas reações bioquímicas no seu organismo. Como por exemplo o transporte ativo de íons de cálcio e potássio através de membranas celulares.

Esse processo torna vital a presença do magnésio para ações como: conduções de impulso nervoso, contrações musculares, ritmos cardíacos regulares e saudáveis, por exemplo.

Esse faz parte de um dos incríveis benefícios do magnésio para o organismo. Por fim, ele também é vital para a síntese do DNA, RNA e do antioxidante glutationa (GSH)a glutationa que é um antioxidante extremamente importante (5). 

5- Saúde do Coração

Boa parte do magnésio presente no organismo está no coração. Mais especificamente dentro do ventrículo esquerdo do coração (6).

Junto com o cálcio, o magnésio trabalha para suportar os níveis oscilantes de pressão arterial. Além de prevenir a hipertensão.

Afinal, sem a quantidade equilibrada de magnésio no organismo para agir com outros minerais como o cálcio um ataque cardíaco seria iminente.

6- Previne a Osteoporose

Magnésio: Saúde dos Ossos. Imagem: (Divulgação)

Ele é essencial na formação óssea adequada e também em influenciar as atividades dos osteoblastos e os osteoclastos. Responsáveis por construir uma densidade óssea saudável.

Além disso, desempenha um papel vital no equilíbrio de concentração sanguínea de vitamina D. Ou seja,  um importante regulador da homeostase óssea.

De acordo com vários estudos, uma maior ingestão do magnésio está co-relacionada com o aumento da densidade mineral óssea (7).

7- Reduz a Resistência a Insulina

A resistência insulínica é uma das principais causas da síndrome metabólica e da diabetes tipo 2.

Isso ocorre quando existe uma incapacidade das células musculares e hepáticas para absorver adequadamente o açúcar na corrente sanguínea. No entanto,  magnésio é essencial nesse processo (8).

Isso porque os altos níveis de insulina que acompanham a resistência a insulina e eliminam o magnésio através da urina. Reduzindo assim, os níveis do mineral que já estão baixos (9).

8- Reduz os Efeitos da Enxaqueca

Pessoas que sofrem de enxaqueca podem sofrer de náuseas, assim como, vômitos, sensibilidade a luz e outras situações debilitantes e desconfortáveis.

Pessoas que sofrem de enxaqueca, por exemplo, podem ser propensas a deficiência de magnésio no organismo (10).

Isso porque ele está relacionado a várias funções, inclusive produção de energia. Sendo assim, uma alimentação balanceada com o magnésio pode auxiliar na redução dos sintomas da enxaqueca (11).

9- Efeito Anti-inflamatórios

A baixa ingestão desse mineral está associada a doenças inflamatórias crônicas. Ou seja, o carro-chefe para doenças como obesidade, envelhecimento e doenças crônicas (12).

Porém, alimentos com alto teor de magnésio podem interromper inflamações.

10-Eficaz Contra Diabetes Tipo 2

Ele também tem efeitos benéficos contra a diabetes tipo 2. Isso porque pacientes com diabetes tipo 2 possuem baixo índice do mineral no organismo. O que pode prejudicar a capacidade da insulina manter os níveis de açúcar no sangue sob controle (13).

Além disso, existe também o risco de pessoas que consomem pouco desse mineral desenvolverem a diabetes.

Outros Benefícios

Ele também traz outros benefícios como:

  • Problemas de insônia
  • Controle da ansiedade
  • Auxílio contra a fadiga 
  • Melhora os sintomas da síndrome pré-menstrual (PMS)

Alimentos Ricos em Magnésio

Magnésio e os Alimentos ricos nesse mineral: Brócolis. Imagem: (Divulgação)

Você encontra um alto teor desse importante mineral em muitos alimentos naturais e saborosos como por exemplo: sementes de abóbora, caju, cavala, abacate, salmão, quinoa, acelga, chocolate amargo, amêndoas, banana, brócolis, couve de Bruxelas.

A falta da quantidade correta no organismo pode trazer inúmeros problemas a saúde. Por isso uma alimentação balanceada e equilibrada é a melhor forma de melhorar a saúde.

Existem formas de ter uma alimentação de verdade.

Exageros também são prejudiciais, seja equilibrado na hora de escolher a quantidade dos alimentos.

E não deixe de consultar o médico.

Mas mesmo que você consuma de vez em quando alguns alimentos naturais como aqueles ricos em magnésio, não é bastante para garantir a boa saúde e prevenir doenças.

Por isso, eu desenvolvi a fórmula do PURE DETOX, um suplemento que vai desinflamar e detoxificar o organismo, promovendo o combate às doenças do estilo de vida e queima de gordura.

Nele você encontra a quantidade de magnésio ideal para promover a saúde do seu corpo.

Conheça o PURE DETOX

Abraços e fique com Deus. 

Dr. Juliano Pimentel 

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : antioxidante glutationaataque cardíacobenefícios do magnésiocálciocontrações muscularesdensidade mineral ósseadepressãodiabéticosdiarreiasequilíbrio intestinalespasmos musculares gravesformação ósseaGSHhemoglobina A1chipertensãohomeostase ósseamagnésiomineral essencialosteoblastososteoclastospressão arterialpropriedadesreações bioquímicassaúde do coraçãosaúde ósseasíndrome metabólica

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

3 Comentários

Enviar Resposta