close
Artigos

Osteoporose – Causas, Sintomas e Tratamento

osteoporose

A osteoporose é uma condição que enfraquece os ossos, tornando-os frágeis e mais propensos a quebrar.

A osteoporose se desenvolve lentamente ao longo de vários anos e muitas vezes só é diagnosticada quando uma queda menor ou impacto súbito provoca uma fratura óssea.

Geralmente a osteoporose não é dolorosa, até que ocorra uma fratura. Embora a fratura seja o primeiro sinal de osteoporose, alguns idosos apresentam características de osteoporose. Uma delas é a postura inclinada para frente.

Essa inclinação, acontece quando os ossos da coluna se fraturaram, dificultando o suporte do peso do corpo.

O que é osteoporose

Mas dr. o que de fato é a osteoporose?

Bom, Osteoporose significa “ossos porosos”. Nossos ossos são mais fortes por volta dos 30 anos e começam a perder densidade.

Médico olhando raio x de paciente com osteoporose
Médico olhando raio x

A osteoporose faz com que os ossos se tornem fracos e frágeis! (1)

Tão frágil que uma queda ou mesmo tensões suaves, como curvar-se ou tossir, podem causar uma fratura. E as fraturas relacionadas à osteoporose ocorrem mais comumente no quadril, no punho ou na coluna.

Por isso, é interessante pensar que o osso é tecido vivo que está constantemente sendo quebrado e substituído.

O enfraquecimento dos ossos ocorre quando a criação de osso novo não acompanha a remoção do osso velho. E essa situação é muito frequente.

Para se ter ideia, cerca de 10 milhões de brasileiros têm osteoporose.  

Afeta homens e mulheres de todas as raças. Mas as mulheres brancas e asiáticas – especialmente as mulheres mais velhas que já passaram pela menopausa – estão em maior risco.

Por isso, o ideal é manter uma alimentação saudável e praticar exercícios com peso, para a prevenir a perda óssea ou fortalecer os ossos já fracos.

E os sintomas?

Você pode até não perceber que você tem osteoporose até que você tenha uma fratura ou uma mudança óbvia na postura.

Na verdade, você pode ter perda óssea significativa sem saber.

Dor nas costas, causada por alterações nas vértebras, pode ser o primeiro sinal de que algo está errado.

O  enfraquecimento dos ossos é a causa subjacente de 1,5 milhão de fraturas a cada ano.

Isso mesmo! Mais de um milhão de fraturas por ano são consequência da osteoporose.

E como isso pode ser evitado?

Com alimentação de verdade, exercícios físicos. Enfim, hábitos saudáveis (2).

Nesse caso, por exemplo, as fraturas por compressão da coluna vertebral são as mais comuns. São pequenas fraturas que podem causar o colapso das vértebras e alterar a forma da coluna.

Figura apontando quadril dolorido devido a osteoporose
Osteoporose provoca fratura e dor no quadril

Já as fraturas de quadril podem causar problemas de mobilidade duradouros e até aumentar o risco de morte.

E as fraturas de pulso, pélvicas e outras também são comuns em pessoas com osteoporose.

Causas da osteoporose

Seus ossos estão em constante estado de renovação – novo osso é feito e ossos velhos são quebrados.

Então, quando você é jovem, seu corpo faz um novo osso mais rápido do que o osso velho e aumenta a massa óssea (3).

Senhor com dor no punho devido a osteoporose
Osteoporose pode provocar fratura e dor nos punhos

A maioria das pessoas atinge o pico de massa óssea aos 20 anos. Mas, à medida que as pessoas envelhecem, a massa óssea é perdida mais rapidamente do que é criada.

No entanto, a probabilidade de você ter ossos fracos depende, em parte, da quantidade de massa óssea que você atingiu em sua juventude.

Ou seja, quanto maior o seu pico de massa óssea, mais ossos você tem “no banco” e menor a probabilidade de enfraquecer os ossos à medida que envelhece (4).

Além da quantidade de massa óssea que você apresenta, alguns outros fatores podem contribuir para que você tenha osteoporose.

Riscos imutáveis

Alguns fatores de risco para osteoporose estão fora de seu controle, incluindo:

  • As mulheres são muito mais propensas a desenvolver osteoporose do que os homens.
  • Quanto mais você envelhece, maior o risco.
  • Você está em maior risco de enfraquecer os ossos se você é branco ou de ascendência asiática.
  • Ter um pai ou irmão com a condição coloca você em maior risco, especialmente se sua mãe ou pai experimentou uma fratura de quadril.
  • Homens e mulheres que têm pequenos quadros corporais tendem a ter um risco maior, porque eles podem ter menos massa óssea para desenhar à medida que envelhecem.

Níveis hormonais

A osteoporose é mais comum em pessoas que têm muito ou pouco hormônios em seus corpos, por exemplo:

  • Níveis de hormônios sexuais reduzidos tendem a enfraquecer o osso. A redução dos níveis de estrogênio em mulheres na menopausa é um dos mais fortes fatores de risco para o desenvolvimento de osteoporose. Ou seja, os homens experimentam uma redução gradual nos níveis de testosterona à medida que envelhecem. Sendo assim, os tratamentos para o câncer de próstata que reduzem os níveis de testosterona em homens e os tratamentos para câncer de mama que reduzem os níveis de estrogênio nas mulheres provavelmente aceleram a perda óssea (5).
  • Muito hormônio tireoidiano pode causar perda óssea. Isso pode ocorrer se a sua tireoide estiver hiperativa ou se você tomar muita medicação para hormônios da tireoide para tratar uma tireoide com hipoatividade.
  • Além disso, o enfraquecimento dos ossos também tem sido associado com paratireoide hiperativa e glândulas supra-renais.

Fatores dietéticos

O enfraquecimento dos ossos é mais provável de ocorrer em pessoas que têm, por exemplo: 

  • Uma falta vital de cálcio desempenha um papel no desenvolvimento da osteoporose. A baixa ingestão de cálcio contribui para a diminuição da densidade óssea, perda óssea precoce e aumento do risco de fraturas.
  • Restringir severamente a ingestão de alimentos e estar abaixo do peso enfraquece os ossos em homens e mulheres.
  • Além disso, a cirurgia para reduzir o tamanho do estômago ou para remover parte do intestino limita a quantidade de área de superfície disponível para absorver nutrientes, incluindo o cálcio.

Escolhas de estilo de vida

Alguns maus hábitos podem aumentar o risco de osteoporose. Exemplos incluem:

  • Pessoas que passam muito tempo sentadas têm um risco maior de osteoporose do que aquelas que são mais ativas. Qualquer exercício de sustentação de peso e atividades que promovam equilíbrio e boa postura são benéficos para os ossos, mas caminhar, correr, saltar, dançar e levantar peso parecem ser particularmente úteis.
  • O consumo regular de mais de duas bebidas alcoólicas por dia aumenta o risco do enfraquecimento dos ossos.
  • O papel exato que o tabaco desempenha na osteoporose não é claramente entendido, mas foi demonstrado que o uso do tabaco contribui para os ossos fracos.

Considerando todos esses fatores que podem contribuir para a osteoporose, acredito que você queira saber como evitar a osteoporose, certo?

E a dica principal é ALIMENTAÇÃO.

Quem possui uma alimentação de verdade, balanceada e pratica alguma atividade, está se distanciando da osteoporose.

Por isso, a alimentação deve ser sua principal preocupação. Afinal ela interfere em tudo.

Sabendo disso, sugiro que você clique AQUI para receber os 12 melhores alimentos que devem estar presentes na sua alimentação.

E a sua oportunidade de ter mais saúde e evitar doenças futuras.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : alimentaçãodesequilíbrio da tireoidedr. juliano pimentelestilo de vidafibrasmetabolismomudança de estilo de vidaômega-3osteoporoseperder pesopotássioPrevenir a Osteoporose

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta