close
Artigos

Queda de cabelo excessiva o que pode ser?

A queda de cabelo excessiva é uma adversidade enfrentada por muitas pessoas, principalmente mulheres. Mas afinal, o que pode causar a queda de cabelo excessiva?

Bom, existe uma infinidade de fatores que podem contribuir para que a queda de cabelo aconteça. Mas, antes de entender quais são as causas da queda do cabelo, quero te mostrar quais são as fases do cabelo.

Essa compreensão do processo de crescimento serão úteis para entender os motivadores para a queda de cabelo excessiva. Ah, ao terminar a leitura, comente o que você acha que pode ser o motivo para a sua queda de cabelo😉

As fases do cabelo

O vida útil do cabelo é separada em 3 fases. 

Fase 1 – Anagéna

É o período de crescimento do cabelo, esse processo permanecerá ativo por 1-7 anos, com uma taxa média de crescimento de um centímetro por mês.

Fase 2 – Catagéna

É um período de transição, é o momento que o cabelo começa a morrer. O crescimento pára e a raiz do cabelo se desprende da papila. Geralmente dura ao longo de 2-3 semanas.

Fase 3 – Telogéna

A fase de repouso que continua por um período de 3-4 meses – durante este período a papila repousa e sem um fornecimento de nutrientes, a raiz do cabelo existente encolhe, deixando espaço para o crescimento do novo cabelo dentro do folículo.

Nesta última fase o cabelo que estava morrendo cai e deixa espaço para um novo fio.

É importante entender essas fases, para ficar claro que, a queda de cabelo é normal. Normalmente, perdemos de 50 a 100 fios de cabelo por dia. Mas, é importante observar nosso corpo e nossos hábitos para compreender o que pode causar a queda de cabelo excessiva.

Perda de cabelo em excesso por eflúvio telógeno

O eflúvio do telógeno é uma condição em que o cabelo permanece na fase telógena (queda natural) do ciclo de crescimento. Isso faz com que mais cabelos caiam, às vezes em punhados.

O eflúvio do telogênio é geralmente uma condição temporária que se resolve com o tempo. Mas, ainda assim, é aconselhável consultar um médico para descobrir a causa.

A queda de cabelo excessiva tem vários motivos. Analise o que pode ser e procure um profissional para te orientar.

Algumas causas possíveis incluem: momentos de estresse severo, ou a realização de uma cirurgia, um parto. Além disso, uma rápida perda de peso, problemas na tireoide e o consumo de alguns medicamentos podem provocar este tipo de perda de cabelo.

Se você consegue associar a perda de cabelo a algum desses fatores procure um médico.

Exemplos de medicamentos que podem causar perda de cabelo são:

  • anticoagulantes, como varfarina
  • Accutane, para tratar a acne
  • antidepressivos , incluindo Prozac e Zoloft
  • bloqueadores beta
  • medicamentos para baixar o colesterol, como Lopid
  • pílula anticoncepcional.

Perda de cabelo em excesso por eflúvio anágeno

O eflúvio anágeno faz com que grandes quantidades de cabelo caiam rapidamente durante a fase anágena, ou seja, durante o crescimento do ciclo capilar.

Essa condição pode fazer com que os cabelos caiam da cabeça e de outras partes do corpo, incluindo sobrancelhas e cílios.

As causas do eflúvio anágeno incluem: quimioterapia, radiação, infecções fungais e doença auto-imune.

O tratamento para essa condição depende da causa. Caso a queda seja resultado da quimioterapia, por exemplo, o cabelo geralmente volta a crescer 3 a 6 meses após a interrupção do tratamento.

A queda de cabelo excessiva também pode acontecer por Alopecia areata. uma condição auto-imune que causa queda de cabelo repentinamente. O sistema imunológico ataca os folículos capilares, juntamente com outras partes saudáveis ​​do corpo.

Os cabelos do couro cabeludo, bem como as sobrancelhas e os cílios, podem cair em pequenos pedaços.

Se uma pessoa tem essa condição, ela deve consultar um médico. Um médico pode prescrever medicamentos para ajudar o cabelo a crescer novamente.

Queda de cabelo excessiva por alopecia por tração

Alopecia por tração é a perda de cabelo devido ao puxar o cabelo para penteados apertados, o que faz com que ele se solte. Os penteados associados a essa condição incluem: rabos de cavalo, tranças e extensões de cabelo.

Se a alopecia por tração continuar, uma pessoa pode desenvolver manchas calvas e queda de cabelo.

Em termos de autocuidado, evitar penteados apertados geralmente previne mais danos.

queda de cabelo excessiva por deficiências nutricionais

As deficiências nutricionais também podem causar queda de cabelo excessiva. Dietas extremas com pouca proteína e certas vitaminas, como ferro , às vezes podem causar queda excessiva de cabelo. Além disso, pessoas com anemia também podem ter perda de cabelo.

Fazer o exame de sangue é uma maneira eficiente para verificar se há a existência de uma deficiência nutricional que pode estar causando queda de cabelo.

O que fazer?

Se a queda de cabelo está em excesso e está te incomodando, primeiramente, faça o exame de sangue para descartar a deficiência nutricional. Converse com seu médico se as medicações podem ser a causa da queda de cabelo. Faça essa análise junto com um profissional para que você possa ser orientada de maneira segura.

Além disso, ajuste os produtos que você usa. Use um xampu e condicionador leves para evitar sobrecarregar os cabelos, evite penteados apertados e limite o uso de processos de aquecimento que podem danificar os cabelos.

Por fim, modifique seu estilo de vida para reduzir o estresse, consuma uma dieta nutritiva que inclui proteínas, gorduras e certas vitaminas e minerais.

E pensando na saúde como um todo, é necessário um conjunto de mudanças e adaptações para você viver melhor; meditar ajuda o seu corpo em muitos aspectos, mas não basta se você continuar consumindo alimentos industrializados e processados.

É necessário implementar uma reeducação alimentar e mudanças no estilo de vida.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

 

 

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : cabelodr. juliano pimentelperder cabeloqueda de cabelo

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta