close
Metabolismo

Alteração do Turgor da Pele: Saiba O Que É

O turgor da pele é a capacidade da pele se esticar, ou seja, é o potencial de elasticidade da pele. Quando há a alteração do turgor da pele significa que a pele perdeu o potencial de elasticidade.

Quando isso acontece é um sinal de perda de fluido, ou seja, desidratação. Diarreia ou vômito, por exemplo, podem causar a perda de líquidos e alteração no turgor. 

A falta de turgor da pele ocorre em estágios do moderado à grave de acordo com a perda de fluido.

Quando há uma desidratação suave, por exemplo, ocorre a perda de líquido de 5% do peso corporal.

Já uma desidratação moderada corresponde a uma perda de 10% e a desidratação grave é quando ocorre 15% ou mais perda de peso corporal.

Você pode “avaliar” o turgor da pele pressionando seu braço, por exemplo.

Quando a pele está com o turgor normal ela “afunda” e volta rapidamente de volta à sua posição normal. No entanto, quando a pele está com turgor pobre leva tempo para retornar à sua posição normal.

Nesse artigo explicarei as alterações do turgor da pele.

Não deixe de ler e compartilhar.

Turgor Normal X Fraco

É considerado um turgor da pele normal quando a pele depois de ser comprimida e liberada, recua quase instantaneamente (em menos de 0,5 segundos).

É considerado o turgor fraco quando o retorno na pele ao normal demora mais que meio segundo.

Faça o teste para medir o turgor da pele

O turgor normal da pele, ou seja, a plenitude e elasticidade é mantido pela presença de água e fibras elásticas na pele.

A elasticidade da pele pode diminuir devido a desidratação do corpo inteiro, ou desidratação isolada (geralmente no caso de pessoas idosas).

Vale lembrar que o recuo imediato da pele nem sempre significa uma boa hidratação.

Afinal, pessoas obesas, que possuem a pele espessa devido a esclerodermia, ou que sofrem com outras condições podem ter turgência normal da pele, mas ainda podem estar desidratadas.

Causas do Turgor Fraco

As causas mais comuns da diminuição do turgor da pele são:

– Baixa ingestão de líquidos, desidratação, diarreia, diabetes, perda de peso extrema, exaustão por calor (transpiração excessiva, sem ingestão de líquidos) e vômito.

Além disso, o consumo de alimentos açucarados está ligado de várias maneiras a alteração do turgor da pele. Se você tem o hábito de consumir muito açúcar, leia este e-book sobre os Perigos do Açúcar!

Mas não é só isso, outras condições também podem afetar a elasticidade da pele, como: obesidade, insuficiência renal grave resultando de edema generalizado – retenção de água, reação alérgica sistêmica grave (anafilaxia) – escape do líquido dos vasos. Choque séptico e esclerose sistêmica.

Quando o motivo é Desidratação

A alteração no turgor pode ser um sinal tardio de desidratação, e pode ser observado em desidratação moderada e grave; ou seja, após a perda de mais de 3% do peso corporal (1).

A verdade é que sinais de turgor fazem parte dos teste para identificar o diagnóstico de desidratação.

A desidratação pode ser causada por: hidratação insuficiente, sudorese excessiva, hiperventilada, diarreia, vômitos, micção excessiva ou poliúria, por exemplo, em diabetes mellitus.

E os sintomas são: sede, menos micção, urina escura, fadiga, perda de peso corporal sem motivo aparente.

Os senais que serão percebidos mais rapidamente são: boca seca, turgência de pele fraca, perda súbita de peso corporal.

Distúrbios metabólicos por si só não afetam o turgor da pele, mas certos distúrbios metabólicos estão associados à desidratação e, portanto, diminuem o turgor da pele. 

Quando acontece com Idosos

Muitos idosos têm a pele permanentemente enrugada devido à redução da turgência da pele devido a idade avançada. 

Uma pessoa mais velha com turgor reduzido da pele pode ser bem hidratado, desidratado ou mesmo super hidratado, assim que o teste do turgor da pele nos idosos não pode ser um teste de confiança para a desidratação.

Nos idosos, ele pode ser avaliado de forma otimizada nos locais menos afetados pelo enrugamento da pele: abaixo da clavícula, na testa entre as sobrancelhas ou no interior das coxas.

Mãos e braços não são um bom local para verificar o turgor da pele em idosos. 

A falta de turgência cutânea, é um fator de risco para úlceras de pressão em idosos acamados.

Identificando e cuidando

Para identificar o nível de turgor da sua pele, aperte a pele sobre a parte de trás da mão, no abdômen, ou sobre a frente do peito sob a clavícula. Isto mostrará o turgor da pele.

A desidratação suave fará com que a pele seja ligeiramente lenta em seu retorno ao normal. Para hidratar, beba mais líquidos – particularmente água.

Turgor grave indica perda de fluido moderada ou grave. Por isso, consulte seu médico.

É preciso buscar ajuda médica se (2):

– A falta de turgência da pele ocorre com vômitos, diarreia ou febre.

– A pele é muito lenta para voltar ao normal. Isso pode indicar desidratação grave que precisa de tratamento rápido.

– Você reduziu o turgor da pele e é incapaz de aumentar sua ingestão de líquidos (por exemplo, por causa de vômitos).

Você pode precisar de fluidos intravenosos para perda de fluido grave, ou de medicamentos para tratar outras causas de turgência e elasticidade da pele.

Consuma alimentos ricos em colágeno como:

  • Alimentos ricos em vitamina C: pimentão, goiaba, morango, entre outros;
  • Ricos em cobre: Semente de gergelim, caju, lentilha, cacau, entre outros;
  • Alimentos ricos em glicina: em alguns alimentos ricos em proteína, pele de porco e frango, entre outros;
  • Alimentos ricos em prolina: clara de ovo, aspargo, repolho, cogumelo, entre outros.

A alimentação faz toda a diferença na sua saúde!

E como eu sempre falo, a alimentação adequada ajuda na saúde interna e externa incluindo o turgor saudável da pele, e pensando em ajudar pessoas como você, que se preocupam com a saúde e a alimentação correta, que eu desenvolvi um programa de desintoxicação!

O D7D é um programa detox que vai te ajudar a ELIMINAR do seu dia a dia tudo o que te faz mal! Serão 7 dias de consumindo apenas o que te faz bem e deixando para trás hábitos ruins, inchaço, dores e quilos extras:)

> Ouça os áudios de pessoas que já fizeram o detox e confira como eles tiveram suas vidas transformadas!

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

 

 

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : Alimentos ricos em cobreAlimentos ricos em prolinaanafilaxiadesidratação gravedestaquediabetesdiagnóstico de desidrataçãodiarreiadr. juliano pimentelelasticidadeesclerodermiaobesidadepeleperda de fluidoperda de peso corporal sem motivo aparentepeso corporalsaúdeSíndrome de Ehlers-Danlosturgorturgor da pele

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta