https://casinoonlineca.ca/internet-casinos/best-payout/
close
Artigos

Como a voz é produzida? Quais são os cuidados necessários!

Você já teve a curiosidade de saber como a voz é produzida?

Neste artigo, feito pela Fonoaudióloga Raffaella Galvão para o blog, você vai entender como a voz é produzida e quais são os cuidados que você deve ter com a sua.

Leia até o final e compartilhe no grupo da família.

Como a voz é produzida?

Como a voz é produzida
Como a voz é produzida

A voz é produzida pela vibração das pregas vocais. Isso acontece, pois o ar que vem dos pulmões sobe pela traqueia, passa pela laringe vibrando a mucosa que recobre as pregas vocais.

Nesse contexto, quando o som alcança a traqueia o som é amplificado nas cavidades de ressonância: garganta, boca e nariz.

Sendo assim, a voz é produzida quando esse som é transformado em fala pelos movimentos de várias estruturas, como língua, lábios e palato mole, por exemplo.

Sobrecargas ou disfunções nesse mecanismo podem gerar disfonias, ou seja, dificuldade da produção da voz. Um dos principais sintomas da disfonia é a rouquidão. Além disso, cansaço ao falar, tosse, pigarro, ardência na garganta, sensação de ressecamento e falta de ar, também podem causar disfonia.

A voz é produzida pelo resultado das características herdadas e do meio ambiente. Sendo assim, a sua voz é única, é a sua personalidade e não há outra voz como a sua. Por meio da voz é possível perceber as condições físicas da pessoa como a idade e o estado emocional, por exemplo.

Assim como tudo, a voz também passa por um processo de envelhecimento. No entanto, pode ser mantida jovem por mais tempo caso receba os cuidados adequados.

Além disso, é possível promover mudanças para melhor com condicionamento do trato vocal. A fonoaudiologia pode ajustar o aparelho fonador para que a voz fique mais parecida com o biotipo ou o cargo que a pessoa exerce, por exemplo.

Cuidados com a voz

Da mesma maneira que você cuida do corpo e cabelo é preciso cuidar da voz. A seguir, você vai ter acesso ao que é benéfico e o que é maléfico para a voz.

O que é bom para a voz?

  • Hidratar seu corpo, por isso, beba pelo menos 2 litros de água por dia em temperatura ambiente;
  • Além disso, fazer repouso vocal de pelo menos 5 minutos após falar por um longo período;
  • Falar normalmente, ou seja, sem gritar ou forçar a voz em ambientes ruidosos. Não competir com o barulho;
  • Dormir bem;
  • Fazer aquecimentos vocais pela manhã, assim como desaquecimento a noite;
  • Ter uma alimentação saudável;
  • Comer maçã, afinal, ela é rica em pectina, uma enzima de função adstringente;
  • Poupar a voz durante período pré menstrual, gripes e crises alérgicas, por exemplo;
  • Usar roupas adequadas ao clima para evitar o choque térmico;
  • Evitar ar-condicionado porque provoca um ressecamento da mucosa do trato vocal.

O que é ruim para a voz?

  • Cantar ou falar muito alto ou em sussurro;
  • Usar roupas apertadas impede a movimentação do diafragma, ou seja, dificulta a respiração e prejudica a voz;
  • Usar balas, pastilhas ou gengibre para melhorar a rouquidão, pois possuem efeito anestésico. Ou seja, vão mascarar o problema e te causará a impressão de poder abusar da voz;
  • Fumar ou beber em excesso;
  • Consumir em excesso açúcar, leite, cafeína e alimentos condimentados, por exemplo;
  • Consumir alimentos que causam azia e má digestão. Isso porque, o refluxo “queima” as pregas vocais quando atinge a laringe.

Disfonia

Disfonia interfere em como a voz é produzida.
Disfonia interfere em como a voz é produzida.

Além de saber como a voz é produzida é importante entender o que causa disfonia.

Disfonia é a dificuldade na produção da voz e um dos principais sintomas é a rouquidão. Cansaço ao falar, tosse, pigarro, ressecamento da garganta, falta de ar podem, também, diminui a capacidade vocal. 

Nódulo na garganta é uma lesão benigna provocada pelo uso inadequado da voz. Mais comuns em pessoas que falam muito, especialmente em mulheres, por terem uma laringe mais arredondada e curta que a masculina.

Dificilmente um médico indicará uma cirurgia para nódulo, a não ser que ele seja muito grande ou antigo e já esteja fibroso.

O tratamento para a maioria dos casos é a fonoterapia, que vai promover a absorção desse nódulo. O primeiro passo é procurar um otorrinolaringologista.

Causas da Rouquidão

  • Refluxo, os ácidos podem danificar as pregas vocais;
  • Gripe, viroses e alergias. Nesses casos a rouquidão deve sumir em 2 ou 3 dias;
  • Uso excessivo ou inadequado da voz como crianças gritando, por exemplo. A corda vocal é um músculo, quando gritamos elas fazem um atrito muito grande, o que pode gerar a rouquidão e outros problemas como hemorragias e nódulos.
  • Ambiente ruidoso que fará com que você force a sua voz para ser ouvido,vai gerar um cansaço na musculatura
  • Fatores emocionais. A voz reflete o que você está sentindo. O excesso de trabalho, um trauma recente, o afastamento ou a perda de alguém próximo;e até mesmo a dificuldade em lidar com situações novas geram tensão. A tensão trava a musculatura da laringe, fazendo com que ela não se movimente corretamente, emitindo aquele tom típico de nervosismo em apresentações ou reuniões. 
  • Lesão ou nódulo nas cordas vocais
  • Cigarro e álcool
  • Poluição
  • Bebidas muito quentes ou muito geladas

Toda rouquidão persistente por mais de 15 dias, principalmente sem uma causa aparente, deve ser avaliada pelo otorrino. Ele pode fazer uma videolaringoscopia para verificar o funcionamento das pregas vocais. A partir daí poderá analisar a condição anatômica das pregas vocais, a presença de alguma lesão, se estão se movimentando corretamente ou se há alguma paralisia

Invista em autoconhecimento. Reserve um tempo para cuidar de si, refletir sobre a sua vida, meditar, orar, respirar conscientemente. Perder a voz pode ser um fator, dentre tantos, relacionados à baixa autoestima e ao sofrimento psicológico.

Como se recuperar de uma rouquidão

  • Gargarejo com água morna pura é o tratamento mais eficaz;
  • Própolis, mel e gengibre são ótimos em caso de inflamação, amidalite e faringite. Mas não funcionam para casos de rouquidão causada por mau uso vocal. Nesses casos pode inclusive ser prejudicial, pois causam uma sensação de “anestesia”, e com isso a pessoa terá a falsa sensação de potência vocal, podendo abusar ainda mais da voz;
  • Dormir bem;
  • Beber pelo menos dois litros de água;
  • Não pigarrear, gritar ou gargalhar, por exemplo;
  • Comer uma maçã com casca porque tem ação adstringente, limpando a boca, os dentes e a garganta;
  • Usar nebulizador, a inalação deve ser feita somente com soro fisiológico;
  • Exercícios para relaxar a musculatura de manhã ao levantar e antes de dormir, que devem ser passados por um Fonoaudiólogo.

Este artigo foi escrito pela fonoaudióloga Raffaella Galvão, siga ela no Instagram.

Para saber mais sobre como cuidar da sua saúde, faça parte do STSD – Saúde Todo Santo Dia. Um programa diário com informações e dicas de saúde. 

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : disfoniarouquidãovoz

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta