close

O milho é um dos cereais mais populares no mundoÉ a semente (grão) de uma planta da família das gramíneas, nativa da América Central, mas cultivada em inúmeras variedades em todo o mundo.

Pipoca e milho doce são variedades comumente consumidas, mas produtos de milho refinado também são amplamente consumidos, frequentemente como ingredientes em alimentos.

Estes incluem amido, polenta, fubá, farinha de milho, xarope de milho e óleo de milho.

O milho integral é tão saudável quanto qualquer cereal, rico em fibras e muitas vitaminas, minerais e antioxidantes.

Mas será que ele pode ser considerado um alimento extremamente saudável?  

Neste artigo vou mostrar os benefícios e os efeitos adversos do consumo do milho.

Não deixe de ler e compartilhar!

Milho e a Saúde

Ele fornece as calorias necessárias para o metabolismo diário saudável, mas também é uma rica fonte de vitamina A, B, E e muitos minerais.

Seu alto teor de fibras garante que ele desempenhe um papel importante na prevenção de doenças digestivas como constipação e hemorroidas.

Faça o Download

Os antioxidantes presentes também atuam como agentes anticancerígenos, e previnem a doença de Alzheimer.

Há uma série de benefícios para a saúde impressionantes de comer milho. Entre elas a melhora da função digestiva, aumento da saúde do sistema imunológico e diminuição o risco de doenças crônicas.

A fibra dietética encontrada no milho estimula a digestão e previne a constipação

O conteúdo de vitamina C pode impulsionar o sistema imunológico.

Certos antioxidantes, como a luteína e zeaxantina, também ajudam a eliminar os radicais livres no organismo e prevenir doenças crônicas.

Ela ajuda a aumentar a densidade mineral óssea.

Ajuda a proteger a saúde cardíaca, diminuindo a pressão arterial e reduzindo o risco de aterosclerose, ataques cardíacos e derrames.

Ele é um vegetal, fruta e grão.

Benefícios para a saúde

Comer cereais integrais regularmente pode ter vários benefícios para a saúde. Os principais são:

  • Prevenir doenças oculares, pois protege a mácula ocular devido à presença dos antioxidantes luteína e zeaxantina;
  • Fortalecer o sistema imunológico, por ser rico em carotenóides;
  • Ajudar a emagrecer, por dar mais saciedade devido à presença de fibras;
  • Reduzir os níveis de colesterol, devido à presença de fibras;
  • Ajudar a controlar o açúcar no sangue, por conter fibras e vitaminas do complexo B;
  • Dar energia, por ser rico em carboidrato;
  • Melhorar o trânsito intestinal, pois suas fibras favorecem a formação das fezes e servem de alimento para a flora intestinal.

1- Saúde ocular

A degeneração macular e a catarata estão entre as deficiências visuais mais comuns no mundo, e as principais causas de cegueira (1).

Infecções e velhice estão entre as principais causas dessas doenças, mas a nutrição também pode desempenhar um papel significativo.

A ingestão dietética de antioxidantes, principalmente os carotenóides, como a zeaxantina e a luteína, pode ter benefícios consideráveis ​​para a saúde dos olhos (2,3).

Em conjunto, o consumo regular de alimentos ricos em luteína e zeaxantina, como o milho amarelo, pode ter efeitos benéficos sobre a saúde dos olhos.

Efeitos adversos e preocupações individuais

2-Previne Anemia

O milho ajuda a prevenir a anemia causada por uma deficiência dessas vitaminas. Também tem um nível significativo de ferro, que é um dos minerais essenciais necessários para formar novos glóbulos vermelhos (4).

Uma deficiência de ferro também é uma das principais causas de anemia.

Faça o Download

3-Promove o crescimento

O milho é rico em constituintes da vitamina B, especialmente tiamina e niacina. A tiamina é essencial para manter a saúde nervosa e a função cognitiva (5).

A deficiência de niacina leva à pelagra, uma doença caracterizada por diarreia. Além disso, demência e dermatite comumente observada em indivíduos desnutridos.

Fonte de ácido pantotênico, que é uma vitamina essencial para o metabolismo de carboidratos, proteínas e lipídios no corpo.

A deficiência de ácido fólico em mulheres grávidas pode levar ao nascimento de bebês abaixo do peso e também pode resultar em defeitos do tubo neural em recém-nascidos.

Ele fornece uma grande porcentagem do requerimento diário de folato, evitando assim essa condição.

Os grãos de milho são ricos em vitamina E, um antioxidante natural que é essencial para o crescimento e proteção do corpo contra doenças e enfermidades.

Efeitos adversos

O fato é que os benefícios desse alimento são específicos dos grãos. Ou seja, para o consumo do milho natural.

Entretanto, não se pode esquecer que existe uma variedade de produtos derivados do milho, que ao serem processados deixam de beneficiar a saúde e muitas vezes até prejudica.

O alto consumo de milho e principalmente seus derivados, distorce a relação entre ômega 6 e ômega 3 na nossa dieta.

E este desequilíbrio provoca inflamação maciça em seu corpo, que é a principal causa de muitas doenças e até mesmo o ganho de peso.

Aumenta os problemas com intolerância ao glúten relacionados com o grande consumo de trigo nos dias de hoje, combinado com as proteínas do glúten que são formadas a partir da hibridização das culturas de trigo.

Também pode causar problemas como ganho de peso, alterações no nível de açúcar no sangue e diminuição da sensibilidade à insulina (e progressão do diabetes), devido à farinhas de milho e trigo refinadas em excesso, bem como o excesso de xarope de milho rico em frutose na dieta de uma pessoa normal.

O milho contém uma forte dose de açúcar e carboidratos. Comer milho excessivamente pode levar ao ganho de peso.

Quem deseja perder peso, manter o peso ideal ou se preocupa com a saúde em geral precisa evitar os alimentos processados e ricos em carboidratos.

Talvez uma boa opção seja consumir farinhas sem glúten em preparação de bolos, tortas e de outros alimentos.

Outra dica importante para evitar o excesso de carboidratos, é por aderir à dieta low carb.

Milho Geneticamente Modificado

É importante ainda considerar que atualmente há uma grande quantidade de milho geneticamente modificado sendo cultivado.

Um estudo confirma que ocorrem os efeitos negativos sobre o fígado e rins, pela sobrecarga de toxinas que os grãos transgênicos possuem (6).

O consumo do milho transgênico resulta em perda da função renal. Além de, alterações importantes nos níveis de creatinina tanto no sangue quanto na urina.

Segundo os pesquisadores, estes dados podem ter a ver com a geração de problemas cardíacos, pois indicam afetação significativa dos músculos.

Para aproveitar todos as propriedades benéficas do milho é fundamental se informar sobre onde o alimento foi produzido.

Por isso, priorize produtos orgânicos e evite alimentos processados como óleo de milho, biscoitos, entre outros.

Evite o excesso de carboidratos na alimentação.

À medida que você assume o controle do que está consumindo, serão perceptíveis os benefícios.

E para ajudar você que se preocupa com uma alimentação saudável e low carb, para você e para a sua família, eu convido você a adquirir o e-book da minha esposa, Carol Pimentel.

O livro digital contém mais de 70 receitas deliciosas e low carb. Desenvolvido para quem deseja ter uma alimentação extremamente saudável focada em eliminar o sobrepeso, evitar problemas de saúde e reverter os danos causados pela má alimentação passada.

Neste livro você vai aprender as melhores receitas de doces e salgados, sem medo de engordar.

Receitas simples e fáceis de preparar, e o melhor de tudo: Super acessíveis!

Clique na imagem abaixo e adquira agora o seu livro digital.

GOSTOSURAS LOW CARB

Gostosuras Low carb

Abraços e fique com Deus,

Dr Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : açucar no sangueamidoantioxidantesataques cardíacosateroscleroseaumentar a saúde do sistema imunológicocarotenóidescereais integraiscolesteroldensidade mineral ósseadieta low carbdoenças crônicaseliminar os radicais livresemagrecerfarinha de milhoganho de pesoGostosuras Low Carbgrãogrãos transgênicoshemorroidaslow carbluteínamilhoMilho Geneticamente Modificadomilho integralmilho refinadoóleo de milhoômega-3perda da função renalPrevenir doenças ocularesPrevine AnemiaPromove o crescimentorica fonte de vitamina Arico em fibrasricos em vitamina eSaúde Oculartrânsito intestinalvitaminasvitaminas do complexo B

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta