close
Dores

Remédio Antidepressivos: O Que São e Como Funcionam?

Os remédios antidepressivos foram desenvolvidos por volta de 1950. Ao longo dos anos, aumentaram as campanhas para promover a saúde mental, e a importância do tratamentos.

Saiba agora sobre a importância desse tipo de medicação e os efeitos colaterais.

Não deixe de ler e compartilhar.

clique aqui detox 7 dias

Remédio Antidepressivos

Os remédios antidepressivos ajudam a combater a depressão e outras condições como ansiedade, fobias, bulimia, distúrbios alimentares e algumas condições físicas.

Os antidepressivos não curam essas doenças, mas aliviam e reduzem os sintomas. Somente um médico pode prescrevê-los e por isso, você não deve tomar nenhum tipo de antidepressivo sem recomendação e receita médica.

 

Eles balanceiam os químicos naturais do cérebro, e normalmente levam algumas semanas para começarem a funcionar.

Existem diversos tipos de antidepressivos e o seu médico irá encontrar o melhor tipo para você baseando-se nos seus sintomas, no seu histórico médico e nos remédios que você já toma.

Eles trabalham aumentando ou prolongando a atividade de determinadas substâncias químicas cerebrais, como noradrenalina e serotonina, que são reguladoras do humor.

Estas substâncias são neurotransmissoras, isso significa que elas passam mensagens entre as células nervosas do cérebro e entre os nervos e outros órgãos do resto do corpo.

Os remédios antidepressivos podem elevar o seu humor e alterar o comportamento; eles causam uma alteração na química cerebral através desses neurotransmissores.

Quando Se Deve Tomar Antidepressivos?

O tratamento da depressão e de outras condições psicológicas geralmente é acompanhado por um médico psiquiatra, que trata dos sintomas e utiliza-se de remédios para corrigir certas disfunções.

É extremamente necessário buscar um médico para entender se você precisa ou não de antidepressivos; e para indicar sessões de terapia (1, 2).

Os antidepressivos podem aliviar a depressão. Os sintomas da doença incluem:

  • Tristeza profunda;
  • Crises de choro, muitas vezes em maior proporção do que deveria;
  • Perda de interesse em atividades que antes lhe causavam prazer;
  • Cansaço excessivo (desânimo, falta de energia, desinteresse);
  • Ansiedade e irritabilidade elevada;
  • Pessimismo em relação às coisas;
  • Dificuldade de concentração e na tomada de decisões;
  • Alterações no peso (emagrecer ou engordar muito sem razão), e desejo excessivo por comidas que não fazem bem, como doces;
  • Falta de libido;
  • Dores de cabeça e no corpo;
  • Desinteresse pela vida.

A maioria dos antidepressivos leva 1 a 2 semanas para surtir efeito, dependendo do organismo de cada paciente. Se não sentir qualquer melhorar após 2 ou 4 semanas, discuta isso com o seu médico.

Todas as drogas receitadas possuem níveis de risco em diferentes circunstâncias, e podem agir de formas diferentes de pessoa para pessoa.

Receitas para ter vitalidade

Contudo, é importante considerar algumas circunstâncias antes de tomar esses remédio, como:

  • Se você estiver grávida ou amamentando;
  • Se você estiver tomando outros remédios;
  • Se você tiver menos de 18 anos;
  • Se você bebe ou pretende beber álcool – pois o álcool é um depressivo natural.

Quais Os Efeitos Colaterais?

Alguns efeitos colaterais muito comuns dos antidepressivos são (3):

  • Náusea;
  • Aumento do apetite e ganho de peso;
  • Perda de desejo sexual e outros problemas sexuais, tais como disfunção eréctil e diminuição de orgasmos;
  • Fadiga e sonolência;
  • Insônia;
  • Boca seca;
  • Visão embaçada;
  • Prisão de ventre;
  • Tontura;
  • Agitação;
  • Irritabilidade;
  • Ansiedade.

Por isso é importante que o médico acompanhe estes sintomas.

A alimentação adequada e mudança nos hábitos também pode ajudar a aliviar os sintomas.

Veja algumas dicas:

Converse com o seu médico sobre os tratamentos alternativos para a sua saúde.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel

BAIXE AGORA O MEU GUIA COM OS
10 MELHORES CHÁS PARA EMAGRECER!

[/vc_column_text]

[/vc_column][/vc_row]

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : ansiedadeantidepressivoscansaço excessivodepressãodestaquedistúrbios alimentaresdr. juliano pimentelFalta de libidohumormédicomédico psiquiatranáuseanoradrenalinareceita médicaremédiosremédios antidepressivossaúdesaúde mentalterapiatratamento da depressãoTristeza profunda

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

1 Comentário

Enviar Resposta